6 de dez de 2011

Espanha fora da nossa Terra!

Eis um autocolante, semelhante a um cartaze, editado pola Assembleia da Mocidade Independentista para a campanha com o mesmo nome, que chamava a retirada de simbologia espanhola das ruas do nosso Pais. Primeira decada de 2000. Tamanho original:

Nem Estatuto, nem Constituiçom, autodeterminaçom!

No dia de hoje, dia no que as espanholas celebram a sua constituiçom, aqui tedes o autocolante editado por Nos-UP no que se reclama autodeterminaçom, sem estatuto ou constituiçom. Primeira decada de 2000. Tamanho original:

As Meigas pola Independencia e o Socialismo

Aqui tedes um autocolante editado por um colectivo feminista, activo nos anos 90 em Ourense, no que se reclamava independencia e socialismo. Anos 90. Tamanho original:

5 de dez de 2011

Umha recopilaçom de autocolantes contra a guerra (e VI)

Toca-lhe o turno ao outro dos sindicatos espanhois amarelos, por excelência, a UGT. Neste caso nom recorrerom a já mencionada tipografia. Primeira década de 2000. Tamanho original: 8,5x5,5 cm.
 

Umha recopilaçom de autocolantes contra a guerra (V)

Nom temos vontade de subir ao blogue colantes dos sindicatos amarelos, mas faremos duas excepçons: os de "nom à guerra" e os de "nunca mais" por serem reivindicaçons assumidas por todo o espectro político e social. Eis o modelo de CC.OO. que como vos comentavamos está disenhado coa tipografia que acabou por se identificar cos colantes antimilitaristas. Ano 2003. Tamanho original: 9,5x7 cm.
 

Umha recopilaçom de autocolantes contra a guerra (IV)

Sem dúvida, os sindicatos forom os mais activos à hora de editar este tipo de adesivos. Aqui vos deixamos o da CIG coa tipografia que se vincula a este tipo de colantes antimilitaristas. Ano 2003. Tamanho original: 10,5x7,5 cm.

Umha recopilaçom de autocolantes contra a guerra (III)

Aqui vos deixamos com outro desenho contra a guerra anónimo, do que nom sabemos quem pode estar por trás da sua ediçom. Ano 2003. Tamanho original: 10,5x7 cm.
 

Umha recopilaçom de autocolantes contra a guerra (II)

Este outro modelo ademais de antimilitarista tem um certo toque pacifista. Nom sabemos a quem corresponde esta ediçom, polo que se nos podes ajudar, agradeceriamo-lo. Primeira década de 2000. Tamanho original: 20x3 cm.
 

Umha recopilaçom de autocolantes contra a guerra (I)

Começamos esta recopilaçom de autocolantes contra a guerra de diferentes organizaçons com um tirado pola organizaçom juvenil Galiza Nova. Ano 2003. Tamanho original: 9x6,5 cm.
 

4 de dez de 2011

CC.OO., sindicato do PP

Nom sabemos quem pode estar por trás da ediçom deste autocolante que refleja o cabreio obreiro coa central sindical e o seu entreguismo. Primeira década de 2000. Tamanho original: 10,5x6,5 cm.
 

Mocidade, compromisso, luita

Bonito adesivo das mocidades do BNG, Galiza Nova, no que se reivindicam como o futuro da Galiza. Esta organizaçom é das mais activas na ediçom de autocolantes do País. Primeira década de 2000. Tamanho original: 14x5,5 cm.
 

Os serviços minimos tambem apoiam a greve

Este colante tirou-no a CIG - Saude numha convocatória de greve que tivo lugar em 16 de Dezembro de 2009 na Sanidade. A finalidade do mesmo é clara: trata-se de identificar aos serviços minimos para nom confundi-los com esquirois. Ano 2009. Tamanho original: 14x5 cm.
 

3 de dez de 2011

Ence fora da Galiza

Este modelo foi tirado pola Assembleia da Mocidade Independentista coincidindo com umha das grandes mobilizaçons nacionais que tem havido na cidade do Leres para exigir o desmantelamento da celulose. Primeira década de 2000. Tamanho original: 15x10,5 cm.
 

Monarquia a lixeira

Outro desenho da tenda viguesa A pola na póla, este antimonárquico. Como curiosidade apontar que todos os colantes feitos por esta tenda venhem identificados co logo que vedes no lado inferior dereito, e que ainda que neste casso nom se identifique mui bem é umha especie de cara cuberta onde so se distinguem os olhos. Primeira década de 2000. Tamanho original: 9x9 cm.

Queremos galego!

Eis o primeiro autocolante da Plataforma Queremos galego! que subimos ao blogue. Como saberedes, esta plataforma jurdiu como resposta aos ataques ao galego dirigidos por colectivos como Galicia Bilingue e que tiverom o respaldo da Junta do PP. Ano 2009. Tamanho original: 8x7,5 cm.

Boicote a McDonals

Outro colante contra o McDonals no que desenmascaram a multinacional e acussam-na de expólio às trabalhadoras e ao meio ambiente; como dim no adesivo: enganam à gente. Anos 90. Tamanho original: 9,5x5,5 cm.
 

2 de dez de 2011

Solidariedade feminista mundial

O 17 de Outubro de 2005 havia convocada a nível mundial umha jornada de luita das mulheres polas condiçons de opressiom que padezem em todo o planeta. A convocatória jurdia da Marcha Mundial das Mulheres que anos antes tivera o seu encontro internacional na Galiza, na cidade de Vigo. Ano 2005. Tamanho original: 20x7 cm.
 

Anónima ou assinada, solidariedade com Palestina (e II)

Aqui o tedes, o mesmo autocolante co mesmo desenho e o mesmo tamanho, mas este assinado por Nós-Unidade Popular. Por se fora pouco, os 2 editarom-se aproximadamente na mesma época. Primeira década de 2000. Tamanho original: 14,5x10 cm.
 

Anónima ou assinada, solidariedade com Palestina (I)

Que todo se cópia temo-lo claro, ademais co coleccionismo de colantes é fácil de comprovar. Mas, aínda assumindo a falta de exclussividade dalguns modelos, há colectivos que se preocupam mais que outros em dissimular a falta de originalidade. Nom é o casso que nos ocupa. Primeira década de 2000. Tamanho original: 14,5x10 cm.
 

1 de dez de 2011

Hoje, Dia mundial da luita contra a SIDA

O 1 de Dezembro comemora-se em todo o mundo o Dia da luita contra a SIDA. Aportamos o nosso grao a esta celebraçom subindo nesta postagem um colante do Comité Anti-SIDA da Corunha. Anos 90. Tamanho original: 9,5x9,5 cm.
 

Outro das Nenas da Revolta pola libertaçom animal

A denúncia da tortura animal é umha constante na trajectótia das viguesas Nenas da Revolta nom só nas suas letras senom também nos autocolantes editados por este colectivo político-musical. Anos 90. Tamanho original: 12,5x8 cm.

Um passo mais

Um adesivo do Partido Socialista Galego - Esquerda Galega, hoje integrado dentro do BNG e partido chave na configuraçom do Bloque tal como está estruturado hoje em dia. Anos 90. Tamanho original: 9x6,5 cm.
 

O Fórum da Língua

Aqui tedes um adesivo com um poema no que se publicita o Fórum da Língua a celebrar em 28 de Fevereiro na Facultade  de Filologia de Compostela, cofim de proqurar novas estratégias para um novo reintegracionismo. Primeira década de 2000. Tamanho original: 14,5x10,5 cm.
  

30 de nov de 2011

Nom à vídeo-vigiláncia! (e II)

Umha das organizaçons que impulsou e integrava a Plataforma era a recentemente constituida Assembleia Popular da comarca de Compostela -organizaçom previa a Nós-UP na comarca-. De facto, esta seria umha das primeiras campanhas que levou a cabo a APC. Ano 2000. Tamanho original: 10,5x10 cm.
 

Nom à vídeo-vigiláncia! (I)

Em 2000 constituiu-se na capital da Galiza umha Plataforma Cidada contra a vídeo-vigiláncia para protestar pola posta em marcha na zona velha dum plam de vídeo-vigiláncia defendido polo Concelho que atentava contra as liberdades e a intimidade das pessoas. Ano 2000. Tamanho original: 21x7 cm.
 

Aborto, livre e na sanidade pública

Colante lilás cuadrado da Secretaria da Mulher do Partido Comunista Galego no que se reivindica o aborto livre e na sanidade pública. Primeira década de 2000? Tamanho original: 8x8 cm.

29 de nov de 2011

A CIG num 1º de Maio

Este é o autocolante editado pola CIG para um dos últimos 1º de Maio no que aposta por um novo modelo economico e social que defenda o emprego, os dereitos e as prestaçons sociais. Primeira década de 2000. Tamanho original: 14,5x10,5 cm.
 

Em galego é fácil! (em fundo branco e tamanho grande)

Eis o outro modelo de colante, este em branco e mais grande que o anterior. Estes colantes tiverom umha distribuiçom maciça polo Pais polo que é mui provavel que muitas de vos os tenhades visto nalgures. Anos 90. Tamanho original: 10x10 cm. (Circular)

Em galego é fácil! (em fundo verde e tamanho pequeno)

Estos desenhos correspondem a melhor etapa da Mesa pola Normalizacion Linguistica: os anos 90. Naqueles anos a Mesa tinha umha actividade constante e umha forte implantaçom nos liceus atraves das equipas de normalizaçom linguistica. Anos 90. Tamanho original: 7,5x7,5 cm. (Circular)
 

Zenzar: sigue... e dalhe

Aqui esta umha das bandas mais veteranas da Galiza no seu estilo, o rock. E se engadimos que o fam cantando em galego, nom cremos que haja outro grupo que como eles mesmos dim, sigam... e dando-lhe. Primeira década de 2000. Tamanho original: 9,5x6,5 cm.
 

28 de nov de 2011

Um desenho de Xaquin Marin para um colante da AN-PG de 1981

Aqui vos deixamos umha peça bastante antigua, de ha 30 anos. Trata-se da festa com motivo do Dia da Patria da AN-PG em Ferrol publicitada com um debuxo do artista Xaquin Marin; um colante com historia. Ano 1981. Tamanho original: 8x7 cm.
 

Dereitos laborais para as empregadas do fogar (e II)

Os 2 desenhos tenhem em comum o tamanho e a cor de fundo, em amarelo fosforescente, alem da tematica. Eis o segundo dos modelos. Primeira decada de 2000. Tamanho original: 10x4 cm.
 

Dereitos laborais para as empregadas do fogar (I)

Subimos nesta postagem e na seguinte um par de autocolantes que fam referencia ao trabalho das empregadas do fogar, exigindo a sua remuneraçom. Nom sabemos quem os editou, polo que pedimos a vossa colaboraçom para identificar a autoria dos mesmos. Primeira decada de 2000. Tamanho original: 10x4 cm.
  

O centro social da Amaia, a Fouce de Ouro

Ate ha bem pouco estava funcionando na localidade de Ames, na comarca da Amaia, este centro social. A Fouce de Ouro foi um dos primeiros centros em abrir que nom fora numha das grandes cidades do Pais. Aqui vos deixamos um autocolante no que aparte de aparescer o seu logotipo, publicita-se o seu blogue em internet. Primeira decada de 2000. Tamanho original: 14,5x5 cm.
 

Libertando Galiza, o independentismo, avança

Convocatoria unitaria de finais dos 90 para o Dia da Patria. Apos varios anos convocando a FPG por um lado e a AMI polo outro em 25 de Julho, AMI começava os contactos com outros sectores do independentismo de cara a reorganizaçom. Esta convocatoria do Dia da Patria seria a primeira unitaria em varios anos e que cada ano iria integrando novas corrientes e fazendo-se mais ampla. O cartaz da convocatoria era igual que o colante. Ano 1998. Tamanho original: 11,5x8 cm.
  

Ediçons distintas do mesmo desenho de Maribolheras (e II)

As diferenças desta outra ediçom do adesivo som unicamente tipográficas deixando intacta a foto. Neste modelo aparesce o nome do colectivo -MariBolheras Precárias- na parte superior do colante. Ademais é um pouco mais pequeno que o anterior. Primeira década de 2000. Tamanho original: 8,5x5,5 cm.
 

Ediçons distintas do mesmo desenho de Maribolheras (I)

Com umha foto tam cool nom é de extranhar que as MariBolheras Precárias a utilizasem até em 2 ocassions para tirar um colante mui parecido. Primeira década de 2000. Tamanho original: 9x6 cm.
 

Dimissom

O bom de ser tam pouco conciso à hora de escolher a legenda dum autocolante é a possibilidade de recicla-lo. Por exemplo, neste casso. Dimissom, de quem? Seria Aznar quando o da guerra? Ou bem Zapatero pola sua mala gestiom economica? Tomade nota, que agora em época de crise é um jeito de reutilizar material que doutra maneira daria-se por perdido umha vez dimitise a pessoa aludida. Primeira década de 2000. Tamanho original: 8x6 cm.
 

27 de nov de 2011

Por umha nova greve geral contra a reforma laboral

Um autocolante tamanho meio folio da CIG reclamando umha nova greve geral e posicionando-se em contra das reformas laborais ultimas. Primeira decada de 2000. Tamanho original: 1/2 din A4 aprox. (15x21 cm.)
 

Union Libertaria na crise do Prestige (e II)

Eis o segundo modelo tirado por Union Libertaria quando a crise do Prestige coa mesma mala qualidade co anterior. Este colectivo libertario centra o seu trabalho na comarca de Ferrolterra. Ano 2003. Tamanho original: 13,5x9 cm.